Formação TLS

2020-09-22

O país vai ganhar os primeiros especialistas em TLS- Theory of Constraints (ToC) ou Teoria das Restrições e o Lean Seis Sigma.

Trata-se de uma metodologia inovadora que vai ajudar na melhoria da produtividade e da competitividade das Micro, Pequenas e Médias Empresas angolanas.

Para o efeito, um total de cento e cinquenta mentores individuais e 75 mentores indicados por empresas, participam de uma formação que decorre desde esta segunda feira, 21 de Setembro, no âmbito do PRODESI, ligada ao processo de capacitação empresarial.

Na abertura oficial do curso, o Ministro da Economia e Planeamento, Sérgio Santos, reafirmou a necessidade de se promover a melhoria dos índices de competitividade das empresas para poderem enfrentar os desafios que a economia angolana os propõe no futuro.

Os cento e cinquenta mentores são fruto de um rigoroso processo de selecção, conduzido pelo INAPEM e pelo Ministério da Economia e Planeamento e são oriundos de Universidades públicas e privadas angolanas, formados nas especialidades de gestão, finanças e economia.

Pretende-se ainda com este processo, criar um leque de formadores nacionais, especializados nesse conceito inovador, testado em outras economias do mundo e com resultados bastante satisfatórios, que posteriormente poderão levar essas valências a nível nacional.

Atendendo à contenção da COVID-19, a formação será ministrada online nas modalidades e-learning síncrona e assíncrona:

• Formação e-learning síncrona - sessões live online utilizando a ferramenta Teams, onde cada formando terá presença individual com possibilidade de interação directa com o formador. Estas sessões serão gravadas para serem revisitadas pelos formandos a qualquer altura.

• Formação e-learning assíncrona – material didático disponibilizado na plataforma Smart TLS para estudo pelos formandos a qualquer hora que lhe seja mais conveniente.

A formação terá a duração de dois meses e está estruturada em 7 temas principais, com 27 módulos que dão uma visão global de temáticas com as bases de ToC (Princípios, Processo e Restrições), os 5 Passos de Focalização, ToC Economics, entre muitos outros.

Numa primeira fase, estão a ser selecionadas 75 empresas para que de igual modo, os seus gestores, recebam formação sobre TLS e acolham para implementação do processo, os mentores capacitados.

Ao aderirem a este projecto as empresas têm os seguintes benefícios, gratuitamente:

(i) Formação em TLS de um elemento da sua empresa, por peritos internacionais.

(ii) Assessment de identificação de gaps de desempenho operacional e road map de implementação do TLS na sua empresa, em alto nível.

(iii) Implementação de acções TLS na sua empresa durante um período de dois meses, com apoio a full-time de dois mentores angolanos e orientação de peritos internacionais.

(iv) Certificado de “Empresa Smart TLS” se cumprir a formação e a implementação com assiduidade e mérito.

Os participantes no projecto TLS – 150 formandos que se tornarão mentores TLS e as 75 empresas que se tornarão Empresas Certificadas da Rede Smart TLS, em ambos os casos na condição de satisfazerem os critérios de assiduidade e mérito – terão acesso exclusivo à plataforma digital Smart TLS que alojará a formação em TLS, ferramentas úteis à implementação e, no final do projecto, constituirão a Rede Smart TLS Angola.

Este plano pretende ser um valioso contributo não só para a capacitação dos participantes, mas também para o processo transformacional em curso na economia e no tecido empresarial de Angola. Só será possível efectivar o contributo pretendido assegurando o compromisso e o empenho de todos neste projecto.

Partilha nas redes sociais: