Governo Traça Estratégia para Aumentar Procura pela Produção Nacional

2020-08-27

O Executivo angolano tomou uma medida com o objectivo de impulsionar a procura pela produção nacional, racionalizando a disponibilidade de divisas das reservas internacionais líquidas para importação de bens agro-pecuários, das pescas e da indústria transformadora, cuja produção dispõe de bons níveis de capacidade instalada no País.

Esta nova medida de racionalização de divisas para importação, distingue o grupo de produtos que ainda não dispõem de capacidade instalada para satisfazer o consumo interno, mas que já atingiram níveis elevados de oferta interna, como são os casos do milho em grão, batata rena, abacate, carnes de espécies bovina e suína congeladas, carne de frango, salmão, espada preta, conservas de atum em óleo, conservas de sardinha em óleo, mexilhão, açúcar, e cabos eléctricos.

Para esses produtos, o Executivo decidiu adoptar a regra de atribuição de quotas de importação, ou seja, quando não houver produção nacional para o consumo interno desses produtos, os importadores podem importar com divisas dos leilões do BNA, mas terão prioridade aqueles importadores com projectos de produção interna do mesmo produto.

Partilha nas redes sociais: