Produção de sal sobrevive à COVID 19

2020-05-06

A pandemia da Covid-19 não vai parar a produção de sal no país. Para o presente ano, as perspectivas são de produzir 120 mil toneladas de sal, contra as 109 mil produzidas em 2019.

Tottas Garrido, presidente da Associação dos Produtores (Aprosal), avançou à ANGOP que os níveis de produção são satisfatórios. O líder associativo revelou também que o afastamento dos campos de produção, dos seus 14 associados, relativamente aos grandes centros urbanos, está a contribuir para se manter os níveis de produção e as metas preconizadas para 2020 (120 mil toneladas), sem os constrangimentos impostos pelo novo coronavírus.

O responsável referiu que o sal apresenta níveis satisfatórios de saída no mercado interno, com o quilograma a ser vendido a 80 Kz à porta do produtor, uma situação decorrente das medidas de protecção da produção nacional e da empregabilidade, adoptadas pelo governo, assim como restrições na importação.   

Partilha nas redes sociais: